21/02/2010

Personalizando o Casamento (3)

Disclaimer: as fotos que ilustram este post foram tiradas por convidados, não por profissionais.
 ********************************************************************************
Uma forma de personalizar o casamento que adoro é fazer homenagens a pessoas especiais na sua vida. Fato: nem todos os convidados vão entender o porquê de uma coisa ou outra, mas todos vão poder sentir o clima de carinho.

Por exemplo, minha avó entrou com as alianças. A ideia era que ela entrasse lado a lado com a avó do Michel, mas, meses antes, a avó dele começou a ter mais e mais dificuldades de locomoção. Para que a homenagem à avó dele, apaixonada por Carlos Gardel, não fosse perdida, minha avó trouxe as alianças ao som de uma versão instrumental de "El día que me quieras". E essa foi a única vez em que eu me desmontei no casamento, ouvir essa música linda ao mesmo tempo que via minha avó toda faceira com sua bolsinha feita do tecido do vestido. (A bolsinha, por sinal, virava uma almofadinha de alianças! Era muuuuuuito fofa!)




Cantando para si mesmos a romântica letra ("El día que me quieras,/ la rosa que engalana/se vestirá de fiesta/con su mejor color./Y al viento las campanas/dirán que ya eres mía,/y locas las fontanas/se contarán su amor"), Michel e eu estávamos desconcertados tentando observar tudo ao mesmo tempo que fazíamos o que era esperado de nós. Minha avó sorria muito e dizia "calma, calma". Mal posso esperar para ver se o fotógrafo conseguiu pegar os detalhes. 

Outra homenagem foi a meus pais. A música que os pais e padrinhos dançaram foi "Chuva de prata", da Gal Costa, uma favorita de minha mãe. Antes disso, eu dancei com meu pai uma valsinha surpresa.

Aqui cabe uma pausa para explicações. Meu pai, junto com minha mãe, parece ter sido a pessoa mais impactada com a notícia de meu casamento. Durante esse ano de preparativo, volta e meia, encontrava-o cabisbaixo. "Tataia vai casar," dizia ele, usando meu apelido de pequena. E, como se se recusasse a aceitar que eu tinha crescido, cantarolava uma canção de ninar que ele sempre associou comigo: "Menininha do meu coração, eu só quero você a 3 palmos do chão".


Quem conhece meu pai sabia que meu casamento lhe seria um baque. Foi muito engraçado, por exemplo, quando liguei para convidar uma amiga dele que me viu crescer: "Maria Alice, vou casar." Ela respondeu na lata,"E seu pai ainda está vivo?" (Aliás, noivas, contem aí: seu pai está sobrevivendo à notícia de seu casamento?)

Bem, voltando à homenagem, no grande dia, a cerimonialista disse que ele tinha de me tirar para dançar logo depois da 1a dança do casal. Ele me pegou, como combinado, sem saber a música que vinha pela  frente. Nos 1os acordes da valsinha, fez um bicão e disse "sacanagem, isso é sacanagem com seu velho e querido pai". Pouco depois, inverteu a lógica de pai e filha  e deitou a cabeça no meu colo como quem pede proteção materna. E foi assim que dançamos "Menininha", de Toquinho.

13 comentários:

Esperanza Macarena disse...

Querida, descobri seu blog agora e adorei a lista de casas de festas. Posso fazer referencia a ela no meu blog?
Vc estava chic demais no seu casamento!!!!! Que vcs sejam felizes para sempre (é batido mas é o que todas buscamos, não?)
Tudo de bom,
Esperanza Macarena
www.festasdaespe.blogspot.com

Babi disse...

Ai chorei aqui sozinha vc falando isso da sua avó e do seu pai... aiai!Porvavelmente a parte que me acabarei de choro com meu pai vai ser a parte q ele vai me entregar no altar. cho que a fich de que vou casar aidna naão caiu lá em casa.Ai fiquei emocionada rssss Bjks e parabéns

Laiz.M disse...

Que lindo! Quase chorei lendo vc falar do seu pai! =]
Tenho uma relação muito forte com meu pai! Ele não acreditou muito no papo do casamento, mas agora que está vendo que as coisas estão ficando sérias, ele ta começando a se tocar.
Um dia desses veio no meu quarto e ficou dizendo o que faria com o meu quarto qndo eu casasse... Qndo de repente vi uma lágrima rolando.
Na hora eu fiz uma brincadeira, disse que sentiria muita falta das chatisses dele. Mas depois qndo ele saiu do quarto, me deu uma vontade de não casar mais (rs), de não deixar ele ali sozinho, entende? Até contei isso pro meu noivo, que me entendeu perfeitamente, ele tbm é o ultimo filho que vai sair de casa! =/
É uma dor, é uma alegria, é uma sensação inexplicavel e inevitavel!

Danee disse...

Definitivamente a valsa com o seu pai foi o momento que mais me emocionei. Foi lindo! Chorei coladinha na pilastra. O sorriso da sua avó também era contagiante. Parabéns pelo lindo casamento. Como anda a casinha?
beijocas

Silvia disse...

Sua avó tava linda e radiante. Depois da Noiva eu acho que ela a mulher mais feliz da festa =)

Eu tb dancei uma música surpresa com meu pai, ele não sabia qual era e acho que até agora ele ainda não se tocou pq ele tava tão baratinado...

Casamento é bom assim, né? Qdo a gente faz do nosso jeitinho. Eu tb tentei dar o máximo de mim no meu.

Saudades!!!!! Como anda a vida de casada?

Beijocas!

Elly disse...

Eu desabei na musica do seu pai no casamento... Foi muito lindo e emocionante demais!!
Bjss!

Ju disse...

Aí, que lindo!! Chorei... Lindo demais!

Meu pai está sobrevivendo, até pq eu sempre fui muito apegada a ele! Muito mesmo! Optei por ir morar com ele quando tinha 14 anos! AInda não pensei numa música para dançar com ele, mas vou pensar numa pra o meu velho. Ele merece!

beijos, ju

Lena disse...

Oi Natalia! Estou mt brava com vc! Por sua causa talvez eu demore mais uma semana para ter onde morar, pq ao invés de procurar apartamentos no jornal de hoje, estou há horas indo de link em link no seu blog, completamente apaixonada por ele.
Parabéns! Por tudo: casamento, bom humor, excelente escrita, histórias lindas para contar. Deu vontade de te dar um abraço! Entre tantas futilidades nos blogs de noivas, o seu está sendo uma linda descoberta.
um beijão carinhoso
p.s.: mais fotos do casamento, mais fotos!!!

Natália disse...

esperanza, laiz e lena, obrigada! sejam bem-vindas.

ssyyyyl, q foto lindaaaaaaaaa. me mostraaa!!!

elly, a homenagem maior a um pai vai ser a sua. ;) alto potencial lacrimogenico!

daneeeeeeeeee, eu vi vc comovida segurando a pilastra!!!!! eu achei mto fooofooo

Regina Lopes disse...

Nossa!!! Deve ter sido emocionante!!!! Eu me emocionei só de imaginar!!! Lindo este carinho com todos!!! Bjs

Luciana disse...

Sua avó é linda, que sorrisão!!!

Juliana Reis disse...

Deve ter sido linda a homenagem ao seu pai. Quase chorei só de imaginar!

O meu pai a durão e não demonstra os sentimentos, mas sei que bem lá no fundo ele está nervoso, afinal eu sou a única filha mulher de quatro filhos, sou a primogênita e a que mais parece com ele. Como todos me dizem o orgulho do papai.

Eu é que vou chorar muito quando entrar com ele na igreja. Meu noivo diz que a maquiagem tem que ser muito boa pq eu choro atoa.

Parabéns pelo casamento, seja muito feliz!
Parabéns tb pela organização do casamento e pelo blogger!!!
bjs

Roberto e Silvia disse...

Oi Natália. Já conheço o seu blog há bastante tempo. Sua lista de casas de festas me ajudou muito (inclusive faço referência a ela no meu blog), mas confesso que nunca tinha parado para lê-lo, aliás, só comecei a ter este hábito de ler blogs depois que eu criei o meu, por pura terapia. Agora estou viciada nesta vida...
Enfim, quero dizer que seu blog é muito. Tornei-me sua seguidora e irei acompanhá-lo sempre.
Parabéns pelo blog e pela festa de casamento, que parece ter sido linda.
Beijos!